O perfume das Palavras

Novembro 06 2007

Hoje na aula pusemos no rádio uma musica chamada Ser Poeta, eu achei muito bonita e decidi partilhar com vocês.

 

Ser poeta é ser mais alto, é ser maior

Do que os homens! Morder como quem beija!

É ser mendigo e dar como quem seja

Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!

 

É ter de mil desejos o esplendos

E não saber sequer que se deseja!

É ter cá dentro um astro que flameja,

É ter garras e asas de condor!

 

É ter fome, é ter sede de Infinito!

Por elmo, as manhãs de oiro e cetim…

É condensar o mundo num só grito!

 

E é amar-te, assim, perdidamente…

É seres alma e sangue e vida em mim

E dizê-lo cantando a toda a gente!

 

(Florbela Espanca, «Charneca em Flor», in «Poesia Completa»)

E agora cantado por Sara Tavares:

" class="ljvideo"> 
E aqui na versão de Luis Represas:
" class="ljvideo"> 
Raquel
publicado por Quel-tea às 21:22

Olá Raquel,

Gostei muito de ler no teu blog a poesia, talvez a mais conhecida, da Florbela Espanca. A tua professora deve ser muito boa para começar a familiarizar os seus alunos com a poesia. Das duas versões musicais, gosto mais da do Luís Represas. Sabes, a Vovó Alice também aprecia muito esta poetisa.
Como vai o braço engessado? As melhoras. Ficamos à espera do próximo post cheias de curiosodade.
Beijos
Lélé e Vovó Alice
lena.pires@clix.pt a 7 de Novembro de 2007 às 19:15

Porque: "Disseram-me que quem sonha alto o tombo é grande. Mas esqueceram-se de perguntar se eu tenho medo de cair."-Bob Marley " Acreditar é a chave para tornar os sonhos em realidade" NUNCA DEIXE DE SONHAR.
mais sobre mim
Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
14
15
16
17

19
20
22
24

25
26
29


pesquisar
 
blogs SAPO