O perfume das Palavras

Março 12 2012

"De cor é a alegria.

azul como um céu aguarela."-João Pedro Mésseder

 

Esta foi o verso que a professora de português nos deu para com ele fazer-mos um poema nestes moldes e eu fiz:

 

 

De que cor são as tuas emoções?

 

De que cor é o medo,

preto como um mistério não desvendado.

 

De que cor é a tristeza,

sépia como um quadro esquecido.

 

De que cor é a vingança,

vermelho como uma rosa com picos.

 

De que cor é a ambição,

amarelo com o sol de todos os dias.

 

De que cor é a maldade,

cinzento como um pássaro já sem vida.

 

De que cor é a dor,

transparente como uma lágrima derramada.

 

De que cor é o desejo,

lilás como uma flor delicada.

 

De que cor é o meu sentmento maior,

castanho como um forte tronco de àrvore.

 

De que cor são os meus sonhos,

azuis como um ocenao sem fim.

                     

                  Raquel Soares

 

 

 

Agora a tenta tu, De que cor são as tuas emoções? 

 

 

publicado por Quel-tea às 21:54

Raquel,

Vinte valores para o teu poema! Lindíssimo. Selecção das cores para exprimires as tuas emoções brilhante. Estou rendida! Quanto ao desafio, é-me impossível dar-lhe acolhimento em forma de poema, pois nunca consegui fazer uma quadra!
Estou muito orgulhosa de ti.
Lena a 12 de Março de 2012 às 23:56

As minhas emoções ficam sempre de todas as cores alegres cada vez que cá passo :-)

Lindooooo

Jorge
Jorge Soares a 13 de Março de 2012 às 11:14

"De que cor são as tuas emoções?"

Por incrível que pareça gosto de observar as cores da natureza mas nunca lhe tinha atribuído emoções. Vamos lá tentar interpretar, uma vez que o dia hoje é para mim muito especial.
Espero que o seja sempre para ti também Quelinha.

Hoje o dia espreguiçou-se e afastou as roupas de inverno
O cinza da incerteza retirou-se
O preto da tristeza acanhou-se
O castanho da dúvida desvaneceu-se

E enquanto escolhia o que vestir fui lembrando as cores do arco-íris e pensei
Ao amarelo deu-lhe o sol, fazendo-o brilhar
Ao laranja deu-lhe sumo e deixou-o adoçar
Aos verdes pintou-os para nos acalmar
Ao azul fantasiou-o no céu e no mar para nos inspirar
Ao vermelho deu-lhe luz para nos acalorar
E por fim deixou o violeta para nos encantar

Com tanta e variada cor, as previsões apontam para um dia muito feliz, com emoções coloridas.

Beijinho,
Dida/flordeliz
DyDa/Flordeliz a 13 de Março de 2012 às 12:18

Quelinha ,
nem sei o que te diga à cerca dos teus lindos versos! Cada vez que os leio sinto um orgulho imenso de ser tua bisavó. Eu que já tenho tentado passar para o papel muitas emoções, que tenho tido na minha longa vida, nem sempre o consigo. Cá fico à espera de novos poemas.
Avó Alice
Alice a 13 de Março de 2012 às 18:23

Minha querida, mais uma vez fico sem palavras e por dois motivos, o principal é a admiração que sinto pelas capacidades desta menina se 12 anos, só 12, que tão poeticamente consegue dizer-nos tanta coisa! O segundo motivo é que eu não sei fazer a mais simples rima e por isso também fico sem palavras...
A vovó
naterradosplatanos a 13 de Março de 2012 às 18:35

A cor das minhas emoções...

As minhas emoções são sem razão...
tomam-me no peito e levam-me com elas,
tento dar-lhes cor
dar-lhes razão,
mas elas teimam em não querer,
cada um dá-lhes a sua cor para melhor as entender,
Mas como? Como entender, algo que não quer ser entendido?
Que não quer ser agarrado!

Queria que a dor fosse negra
como a escuridão em que me deixa,
mas ela teima em ser vermelha.

Queria que a alegria fosse amarela
como a bela luz do sol,
mas ela prefere ser azul mar!

Queria que a tristeza fosse cinzenta
baça e sem graça,
mas ela prefere ser verde como a esperança...

Eu queria...
eu tento, dar cor as minhas emoções
mas elas fogem-me aos tropeções!

Adorei o poema que aqui deixou, lindo!
Bjinhos =)
golimix a 21 de Março de 2012 às 18:08

Fiquei tão emocionada que as minhas emoções ficaram de todas as cores.
Parabéns Quelinha!
sentaqui a 4 de Maio de 2012 às 22:35

Porque: "Disseram-me que quem sonha alto o tombo é grande. Mas esqueceram-se de perguntar se eu tenho medo de cair."-Bob Marley " Acreditar é a chave para tornar os sonhos em realidade" NUNCA DEIXE DE SONHAR.
mais sobre mim
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO