O perfume das Palavras

Março 01 2012

Na escola houve um concurso de poesia e como já devem saber adoro escrever por isso pensei logo partecipar e acabou por o meu ser seleccionado para ir entre 7º ano,8º ano e 9º ano.Espero que gostem e deiam a vossa opinião sincera:

 

O simplesmente diferente

 

Não aguento,
não compreendo,
porquê julgar-me,
se só veem aquilo que não tenho culpa de ser,
porquê  odiar-me,
sem  sequer  tentar perceber-me

Estou cansada de procurar as parecenças
se o que nos torna especiais são as diferenças
Estou cansada de sofrer 
pelo que vocês me acusam de ser,
fatigada de me esforçar,
para me fazer aceitar,
se nunca me irão conhecer



Sou diferente
mas de alma contente

Não sou perfeita,
mas os outros poderão dizer que o são?
estou saturada de tentar ser,
o que odeio,
estou exausta de viver,
neste fútil mundo imperfeito,
onde o mais importante é desvalorizado
e o que não interessa é venerado.



Sou como sou,
e não quero  ser

o que os outros querem ver,


sou linda da única maneira que sei ser,

e quem isso não quiser  aceitar,


é quem tem que mudar
Raquel Soares
s
publicado por Quel-tea às 21:23

Raquel,

Adorei!
Foi com muito orgulho que li o teu poema!
És uma menina fantástica!

Um grande beijinho.

Maria João
Maria João Louro a 2 de Março de 2012 às 11:38

obrigada obrigada também acho que és uma pessoa muito espec ial que luto pelos problemas do mundo e que faz a diferença,
beijinhos,
Raquel
Quel-tea a 2 de Março de 2012 às 19:03

Raquel,

Gostei mesmo muito.

Parabéns minha querida especial e única, à sua maneira, sobrinha.

Beijo do tamanho do mundo desta tia babada,
Ana
Ana Casaca a 2 de Março de 2012 às 11:44

Raquel,

Parabéns pelo teu magnífico poema! Fiquei surpreendida com a selecção do teu poema para o concurso? Confesso-te que não porque eu tinha a certeza que ias vencer. Podes imaginar como estou orgulhosa de ti. Até antevejo que dentro de alguns anos serás mesmo uma escritora!

Beijos
Le a 2 de Março de 2012 às 12:21

Querida Raquel,

Esqueci-me de assinar o meu comentário. Sou eu a autora do comentário que encerra com dois corações e um sorriso rasgado.
Beijos
Lena
Lena a 2 de Março de 2012 às 16:49



Jorge Soares a 2 de Março de 2012 às 12:12

Minha querida, não tenho palavras para te dizer da admiração e orgulho que sinto por ti ao ler o teu poema! E é só pois como te disse faltam-me as palavras!
Mil milhões de beijinhos da avó Dalma
naterradosplatanos a 2 de Março de 2012 às 12:59

Quelinha ,
Não sou filosofa e o teu poema parece-me cheio de filosofia e entre linhas acho-o maravilhoso.
Continua a escrever para grande orgulho de todos nós
Avó Alice
Alice a 2 de Março de 2012 às 20:12

Olá Raquel,

gostei muito, está muito bem escrito e tem um sentido profundo.
Parabéns e continua! :)
Beijinhos
Kátia
Kátia a 3 de Março de 2012 às 14:21

Porque: "Disseram-me que quem sonha alto o tombo é grande. Mas esqueceram-se de perguntar se eu tenho medo de cair."-Bob Marley " Acreditar é a chave para tornar os sonhos em realidade" NUNCA DEIXE DE SONHAR.
mais sobre mim
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO